Putin enfatiza o processo político na Síria durante o encontro com Assad

Patrice Gainsbourg
Novembro 21, 2017

Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente russo, Vladimir Putin, se encontrou com o líder do regime sírio, Bashar Al Assad, na cidade russa de Sochi.

"A fase ativa da operação militar na Síria termina. Embora persista uma série de problemas, esta etapa chega à sua conclusão lógica", disse, citado pelas agências russas numa reunião em Sotchi (sudoeste da Rússia) com os homólogos iraniano e turco na véspera de uma cimeira dos presidentes dos três países.

A Rússia, o Irão e a Turquia patrocinaram o chamado Acordo de Astana, que visa reduzir a intensidade dos combates no terreno para criar as condições para um acordo político que ponha fim ao conflito na Síria, que fez mais de 300.000 mortos e milhões de deslocados desde que estalou em março de 2011.

Ledezma pide presionar "tiranía" de Maduro
En agosto de 2017 fue brevemente llevado a prisión por un "inminente plan de fuga" y regresado a su hogar unos días después. Ledezma informó a Rajoy sobre la "difícil situación política, económica y humanitaria" que atraviesa Venezuela .

No domingo passado, as forças governamentais expulsaram os extremistas de Bukamal, o último bastião urbano importante na Síria do grupo Estado Islâmico, que perdeu quase todo o território que havia conquistado desde 2014.

"Putin lhe corrigiu um pouco, indicando-lhe que existia a possibilidade de reincidências (.) sem influência sobre o resultado exitoso da operação em seu conjunto", acrescentou.

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL