Estação do metro reaberta após evacuação. Dispositivo policial mantém-se

Patrice Gainsbourg
Novembro 24, 2017

A Autoridade Britânica para os transportes londrinos referia apenas um "incidente com passageiros", afirmando que os comboios não estavam a parar na estação de Metro afetada.

As autoridades pediram às pessoas nesta zona para se refugiarem num edifício e adiantam que uma mulher sofreu ferimentos ligeiros ao fugir do local.

A estação de metro de Oxford Circus, em Londres, Reino Unido, foi evacuada na tarde desta sexta-feira, depois de a polícia ter recebido várias chamadas que davam conta de disparos no local.

Robinho é condenado a prisão por violência sexual na Itália
A magistrada alegou que não havia razão para precaução ou risco de fuga por parte do acusado. A denúncia é que além dele, outras cinco pessoas estariam envolvidas.

O alerta surgiu a meio da tarde.

A Polícia Metropolitana de Londres diz que recebeu relatos de que barulhos que poderiam ser tiros foram ouvidos na estação e nas suas imediações e que respondeu "como se fosse um incidente relacionado a terrorismo". As forças de segurança avançaram nas redes sociais que os agentes foram chamados ao local e estavam a responder a um "incidente com um cliente" na estação de Oxford Circus. A estação foi fechada, mas reabriu cerca de uma hora depois, sem que a polícia tenha encontrado indícios de suspeitos ou feridos, nem de que tiros tenham sido disparados. Algumas pessoas se abrigaram em lojas, que foram fechadas.

"Agentes estão a responder a relatos de um incidente na estação de Oxford Circus". Momentos depois a estação de Bond Street foi também encerrada - para evitar a aglomeração de pessoas. A orientação era que a população evitasse circular pela Oxford Street.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL