Fiat Cronos aparece por inteiro; veja como será o sedã do Argo

Judith Bessette
Novembro 27, 2017

A Fiat divulga nesta segunda-feira (27) as primeiras imagens oficiais do Cronos, seu novo sedã compacto. As principais diferenças, no entanto, ficam por conta do pára-choque dianteiro inédito, que deixou de lado as entradas laterais e os faróis de neblina centralizados do Argo.

Já a grade dianteira mistura frisos cromados com peças em preto brilhante, numa clara tentativa de dar um ar ligeiramente mais refinado ao sedã.

As lanternas, o spoiler integrado à tampa do porta-malas, a posição da placa e do logotipo da marca e até mesmo as formas do para-choque traseiro remetem ao sedã italiano.

As rodas mostradas nas fotos têm pneus de perfil baixo além de um desenho bastante esportivo.

O sedã terá entre-eixos na casa dos 2,60 m, ou 8 centímetros a mais do que o irmão menor.

Monalysa Alcântara, a Miss Brasil, é eliminada do Miss Universo
A piauiense Monalysa Alcântara , disputa na noite deste domingo (26), em Las Vegas (EUA), a coroa de Miss Universo 2017 . Monalysa levou o tema do empoderamento das mulheres negras para o concurso , mas acabou não ficando com a coroa.

De acordo com as poucas informações divulgadas pela Fiat, o Cronos é "baseado na nova plataforma MP-S (Modular Platform Sedan), concebida exclusivamente para o modelo" e será produzido na Argentina.

A Fiat terá como alvo o Virtus, versão sedã do Polo que também começa a ser vendido por aqui no início do ano que vem.

O motor 1.0 Firefly de três cilindros ficará restrito ao Argo.

Haverá opções de câmbio manual, automatizado GSR (o antigo Dualogic) e automático de seis velocidades (para o 1.8). A configuração HGT, disponível no Argo, não estará disponível para a versão sedã.

A Fiat afirma que o lançamento está previsto para o primeiro trimestre e que o Cronos disputará o segundo maior segmento de carros do Brasil, o de sedãs compactos, que deverá absorver em 2017 330 mil carros no Brasil e quase 100 mil na Argentina.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL