Vacina contra dengue é só para quem já teve dengue

Oceane Deschanel
Dezembro 1, 2017

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária divulgou nesta quarta-feira (29) que o laboratório Sanofi-Aventis, fabricante da vacina da dengue, apresentou informações que sugerem que pessoas que nunca tiveram contato com o vírus da dengue podem desenvolver formas mais graves da doença caso tomem a vacina. A recomendação é que apenas pacientes que já tiveram a doença tomem a vacina porque ela pode provocar o agravamento da doença.

Daí o impasse: tomo a vacina ou espero resultados?

Embora a vacina tenha sido testada em cerca de 40 mil pessoas em todo mundo antes de ser aprovada, a Sanofi Pasteur realizou um estudo complementar, ao longo de seis anos, que trouxe à luz os riscos para quem nunca teve contato com o vírus.

Ex-governador de Alagoas Teotônio Vilela é alvo da PF
Deflagrada nesta quinta-feira (30), a operação apura desvios nas obras do Canal do Sertão no estado de Alagoas. Um delegado e mais dois agentes da PF entraram no apartamento do ex-governador para cumprir a ordem judicial.

A Dengvaxia foi aprovada no Brasil em 28 de dezembro de 2015 e não é oferecida pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Essa vacina é a única aprovada no Brasil e só é vendida na rede particular. O produto é indicado para imunização contra os 4 subtipos do vírus da dengue. Para as pessoas que já tiveram dengue, a Anvisa avalia que o benefício do uso da vacina permanece favorável.

Já naquele momento a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconheceu a deficiência da vacina e recomendou que ela só fosse utilizada em regiões com alta prevalência da doença.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL