Ainda vai a tempo de ver a única Super Lua de 2017

Eloi Lecerf
Dezembro 4, 2017

Lembrando a superlua de novembro de 2016, considerada a maior desde 1948, este ano a lua aparecerá cerca de 12% mais brilhante que o normal, passando a ser considerada a mais brilhante dos últimos tempos.

- Superlua não é um termo científico; mas é eficaz para descrever o fenômeno, que diz respeito tanto à Lua cheia quanto à nova - afirmou o astrofísico italiano Gianluca Masi. E, na pior das hipóteses, pode aguardar o avistamento da Super Lua para 2018, já que o fenómeno se repetirá logo no primeiro dia do ano.

A melhor altura para ver a Super Lua é quando ela nasce - o que aconteceu este domingo em Portugal por volta das 17h35 em Lisboa, 17h27 no Porto e 18h29 no Funchal, por exemplo -, já que nessa altura está mais próxima do horizonte.

Banco Alimentar termina hoje campanha que irá ajudar 420 mil pessoas
Na recolha de alimentos feita antes do Natal do ano passado, foram doadas mais de duas mil toneladas de alimentos e na última campanha, realizada em Maio, foram recolhidas mais de 1800 toneladas.

O mundo poderá acompanhar neste domingo, 3 de dezembro, a primeira e última Superlua de 2017. Ocorre no domingo, quando o satélite da Terra se encontra simultaneamente em fase de Lua Cheia e a uma distância inferior a 110% do perigeu da sua órbita, explica o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL). Irá parecer ainda mais ampliada devido à sua aproximação do horizonte. Hoje, a Lua estará em fase de Lua cheia, tendo passado pelo perigeu, a 357.492 quilómetros da Terra.

As superluas são cerca de 14% maiores que as Luas cheias normais e 30% mais brilhantes. A previsão é que o fenômeno ocorra novamente nos dias 2 e 31 de janeiro.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL