Aplicativo da Justiça Eleitoral permite ao eleitor votar com documento digital

Judith Bessette
Dezembro 5, 2017

Além disso, para quem já passou pelo cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral, o E-título exibirá a foto do eleitor, que é tirada na mesma ocasião em que é coletada a biometria.

A versão digital do documento, por enquanto está disponível somente para smartphones com Android, mas dentro de 10 dias será disponibilizada igualmente para quem tem iPhone. A novidade, lançada nessa sexta-feira (1º), é uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) abraçada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e será adotada em todo o Brasil.

Segundo o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, a Justiça Eleitoral busca estar na vanguarda das inovações tecnológicas que possam proporcionar uma prestação de serviço ao eleitor mais rápida, transparente, segura e confiável.

Para o eleitor, o benefício virá na facilidade de ter os seus dados eleitorais sempre seguros e disponíveis, diminuindo os riscos de extravios e danos ao título de eleitor. A multa, por sua vez, só é aplicada quando o eleitor não vota em algum pleito eleitoral, e ela é limitada a R$ 3,50.

Google lanza "Datally", una app para ahorrar datos móviles
Con ello, el nuevo programa de Google es capaz de ahorrar hasta un 30% de datos móviles al usuario, según asegura la compañía de Mountain View.

O cadastro é simples: basta preencher o nome (assim como da mãe e do pai), a data de nascimento e o número do título de eleitor e o app estará validado.

O app do e-Título é uma alternativa sustentável à emissão de títulos eleitorais em papel e trará redução dos custos da Justiça Eleitoral, como a emissão de segundas vias dos documentos extraviados, suprimentos de impressora, entre outros. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor. Vale lembrar que ainda é necessário levar um documento com foto em dia de votação.

No entanto, não há nada que impeça que os eleitores que ainda não fizeram o recadastramento biométrico baixem o aplicativo para usar no dia da eleição, porém terão de apresentar documento de identificação com foto. Além de informar os mesmos dados do documento impresso, a ferramenta também mostra a situação do cidadão com a Justiça Eleitoral, se ele já fez o cadastramento biométrico e divulga o local da votação de forma mais prática.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL