Brasil e Bolívia assinam acordos de cooperação

Judith Bessette
Dezembro 6, 2017

O segundo acordo é um esforço para aumentar a segurança nas fronteiras entre Brasil e Bolívia. O objetivo é estabelecer compromissos de cooperação policial para fortalecer a prevenção e a luta contra quaisquer manifestações criminosas, como terrorismo, tráfico de pessoas, de entorpecentes, de armas de fogo, além de roubo de veículos, lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos e delitos comuns de fronteira. Com direito a guarda de honra sobre a rampa para homenagear o visitante e assinatura de atos e acordos entre os dois países.

Descrito como um projeto de "suma importância estratégica na região", o chamado corredor ferroviário bioceânico prevê a futura construção de uma ferrovia entre os portos de Santos, no litoral Atlântico, e de Ilo, cidade peruana no Pacífico, passando pelo território boliviano. O presidente boliviano vem ao Brasil também com interesses comerciais relacionados à venda de gás natural.

Morales é visto como um dos últimos representantes da guinada à esquerda que caracterizou boa parte da América Latina ao longo dos últimos anos, tendo mantido uma boa relação com os governos do PT no Brasil.

Supremo dos EUA permite implementação total do veto de Trump
A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. A medida, recorde-se, foi uma das primeiras decisões tomadas por Trump após a sua tomada de posse.

O Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o presidente da Bolívia, Evo Morales, firmaram hoje, em Brasília, termo de compromisso para realização de reunião técnica com objetivo de possibilitar ao Estado a compra de 2 milhões de metros cúbicos de gás diários direto do país vizinho.

A visita é vista como reaproximação entre os dois líderes, já que em agosto de 2016, logo após a confirmação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, Morales escreveu nas redes sociais que "se prospera um golpe parlamentar contra o governo democrático de Dilma". É também o principal mercado de destino das exportações bolivianas (19%). Atualmente, a importação do produto pelo Brasil está em queda, o que tem afetado a economia boliviana.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL