Logística do Mundial faz Grêmio dividir grupo para viagem

Vincent De Villiers
Dezembro 6, 2017

Na semifinal, o Tricolor vai enfrentar o vencedor do duelo entre Pachuca, do México, e Wydad Atlhetic Club, do Marrocos.

Conheça os clubes que vão disputar o Mundial de Clubes - Al-Jazira (Emirados Árabes Unidos): O Al-Jazira é o representante do país-sede.

Apesar das expectativas com as estreias de Real Madrid e Grêmio, o Mundial de Clubes da Fifa começa nesta quarta-feira (6) com os "coadjuvantes de luxo" da competição.

A camisa do Grêmio para a disputa do Mundial, portanto, é a mesma lançada pela Umbro em março e usada na final contra o Lanús; e as alterações ficam por conta da inclusão do número na parte da frente do uniforme, da saída dos patrocinadores e de uma possível mínima mudança no local/tamanho do símbolo da Umbro.

Brasil e Bolívia assinam acordos de cooperação
Com direito a guarda de honra sobre a rampa para homenagear o visitante e assinatura de atos e acordos entre os dois países. O presidente boliviano vem ao Brasil também com interesses comerciais relacionados à venda de gás natural.

O tricampeão da América já iniciou a viagem aos Emirados Árabes.

- Auckland City (Nova Zelândia): Com nove participações, o Auckland City é o time que mais vezes disputou o Mundial de Clubes, mas sempre com status de azarão. O 'capitão' da selecção lusa tem estado muito 'apagado' na Liga espanhola, com míseros dois golos após 14 jornadas, mas já leva oito na Liga dos Campeões, em apenas cinco jogos, sendo que chegará à competição já 'Bola de Ouro', pela quinta vez. Em seu elenco, a grande aposta é no japonês Keisuke Honda, em Milan.

- Grêmio: Campeão da Libertadores, o Grêmio chega para sua primeira edição do torneio organizado pela Fifa.

Ao todo, são 21 atletas brasileiros no plantel gremista, dois do Real Madrid, dois do Urawa Red Diamonds e um do Al-Jazira.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL