Rejeição ao Congresso chega a recorde de 60% — Datafolha

Patrice Gainsbourg
Dezembro 6, 2017

Já os que avaliam como regular o trabalho feito por deputados federais e senadores somam 31%. Naquele ano, a rejeição da população aos congressistas bateu nos 56%.

Os números de agora oscilaram negativamente em relação aos dois últimos levantamentos, em dezembro de 2016 e abril de 2017, quando a rejeição aos políticos foi de 58% e a aprovação ficou em 7%.

Aplicativo da Justiça Eleitoral permite ao eleitor votar com documento digital
A multa, por sua vez, só é aplicada quando o eleitor não vota em algum pleito eleitoral, e ela é limitada a R$ 3,50. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor.

A atual legislatura é, na média, a mais mal avaliada desde o início, em 1993, da série de pesquisas do Instituto Datafolha sobre o desempenho do Congresso Nacional. O Datafolha passou a calcular o índice em 1993. Esse é o índice dos que consideram ruim ou péssimo o trabalho dos parlamentares em Brasília, aponta o levantamento realizado entre os dias 29 e 30 de novembro. Em outros segmentos, como entre os entrevistados com ensino superior chega a 75%; os eleitores do presidenciável Jair Bolsonaro, 68%; e os que reprovam a gestão de Michel Temer, 69%.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL