Tiririca diz que vai abandonar a política por vergonha

Patrice Gainsbourg
Dezembro 6, 2017

No decorrer do seu discurso, o parlamentar, que está em seu sétimo ano consecutivo de mandato, disse sentir vergonha da Casa. Em rápida fala, ele disse que vai abandonar a vida política por ter se decepcionado com o trabalho parlamentar.

"Vamos esquecer um pouco as brigas, vamos esquecer um pouco o ego. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, a nossa saúde", disse Tiririca que foi o deputado mais votado do país em 2010 (com 1,3 milhão de votos) sendo reeleito em 2014.

VÍDEO: Técnico do Independiente elogia Fla antes da final da Sul-Americana
A aposta dos donos da casa para conseguir um resultado positivo neste duelo está no jovem Ezequiel Barco , de apenas 18 anos. O Independiente chegou à final da Copa Sul-Americana contra o Flamengo e terá um grande aliado a seu favor para a decisão.

"Estou decepcionado com a política", comentou no discurso. "Eu tenho certeza que nenhum de vocês passou por isso". "A gente sabe que todos ganhamos bem para trabalhar e nem todos trabalham", acrescentou o deputado.

A decisão do deputado não foi uma surpresa, visto que nos últimos tempos ele foi claro nas suas posições chegando inclusive a criticar o Congresso Nacional em entrevistas fazendo menções, inclusive, que deixaria a vida pública no próximo ano. O humorista e também deputado federal, comentou a infância miserável que teve no Ceará, onde enfrentou muitas dificuldades com a família, até que conseguiu mudar de vida, graças ao humor. "[.] Nunca brinquei aqui dentro, votei de acordo com o povo", afirmou. Durante o discurso, o político apontou alguns pontos que contribuíram para sua decisão. Concorrendo a reeleição em 2016, ele recebeu 1,016 milhão de votos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL