Preço da cesta básica em Fortaleza cai 1% em novembro

Oceane Deschanel
Dezembro 7, 2017

Quatro produtos da cesta básica em Manaus apresentaram alta em novembro na comparação com outubro.

Com as quedas dos preços do tomate e da batata (9,33% e 5,47%, respectivamente), a cesta básica da capital Vitória alcançou o menor preço do ano no mês de novembro: o pacote com 13 produtos custou R$387,93, segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Entre janeiro e novembro de 2017, o custo da cesta também diminuiu em todas as capitais, com destaque para as taxas de Belém (-12,65%), Manaus (-12,51%), Cuiabá (-11,88%), e Brasília (-11,86%).

Em relação ao mês anterior, a redução foi de 1,47%.

Autópsia de Chester Bennington acusa presença de álcool e drogas
Estes resultados indicam que o artista não estava sob o efeito de drogas quando se suicidou em 20 de julho deste ano, aos 41 anos. Segundo autoridades policiais, Talinda, mulher do cantor, disse que ele fazia isso com as unhas quando estava ansioso.

A carne bovina (4,5 kg) custou R$ 90,23, em outubro foi de R$ 89,10; o leite (6 litros) em novembro ficou em R$ 20,04, em outubro esteve R$ 19,74; a farinha de mandioca (3 kg) custou R$ 13,29, em outubro esteve em R$ 13,08; e o pão francês (6 kg), no mês de novembro ficou em R$ 47,70, no mês de outubro esteve em R$ 47,46.

Segundo o Departamento, percebe-se que a deflação no preço da cesta básica foi influenciada pela queda em quase todos os produtos da cesta, dos quais destaca-se: a banana (-3,09%), o tomate (-2,83%), o feijão (-2,81%), o café (-1,44%), a carne (-1,27%), o açúcar (-0,85%), o óleo (-0,80%), a farinha (-0,63%) e o arroz (-0,36%).

Em 12 meses, o valor da cesta apresentou redução em todas as cidades pesquisadas. O arroz foi o único produto que não apresentou variação. No mês anterior o conjunto de itens alimentícios essenciais custava R$ 349,19. Em novembro de 2016, o salário mínimo necessário foi de R$ 3.940,41 ou 4,48 vezes o piso em vigor, que equivalia a R$ 880,00.

Em novembro de 2017, o tempo de trabalho necessário para adquirir os produtos da cesta básica em Manaus foi de 81 horas 10 minutos, ligeiramente inferior a jornada calculada para outubro de 2017, de 81 horas 59 minutos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL