Travado plano para matar primeira-ministra britânica

Patrice Gainsbourg
Dezembro 7, 2017

As autoridades britânicas crêem ter desmantelado um plano que visava matar a primeira-ministra Theresa May.

Husnain Rashid, um britânico de 31 anos preso em 22 de novembro, é acusado de publicar no programa criptografado Telegram informações que poderiam ser usadas para realizar ataques contra alvos potenciais, como estádios, mas também contra o pequeno príncipe George, de 4 anos, de quem compartilhou uma foto e o endereço da escola.

O diretor do MI5 informou ao governo que as derrotas militares sofridas pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria não implicam no fim da ameaça terrorista sobre o país.

A polícia e os serviços de segurança acreditam que os conspiradores planeavam lançar um aparelho explosivo improvisado contra a residência oficial da primeira-ministra e depois matar May aproveitando o caos da situação, prossegue a televisão.

Ele planejava usar um cinto de explosivos, uma bomba de gás lacrimogêneo e uma faca, declarou aos magistrados do tribunal de Westminster.

Champions: torcida atira em campo notas falsas com o rosto de Neymar
Neymar está próximo de alcançar um feito histórico na Liga dos Campeões . "O nosso objetivo a gente conseguiu. A gente chega na frente e não está concretizando em gols , isso depois acaba dificultando a partida.

Trata-se de Naa'imur Zakariyah Rahman e Mohammed Aqib Imran, respectivamente de 20 e 21 anos de idade.

Com cabelos curtos e barba, Mohammed Aqib Imran disse que era "britânico paquistanês".

O diretor do serviço de inteligência afirma que nove ataques foram frustrados desde março. Foi um dos nove planos terroristas intercetados pelos serviços de segurança e pela polícia.

De acordo com a polícia, "mais de 500 investigações ligadas ao terrorismo estão em andamento, envolvendo mais de 3.000 pessoas", acrescentando que mais de 20.000 outras já foram investigadas por terrorismo no passado.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL