Flagrado com mala de dinheiro, ex-assessor de Temer vira réu

Patrice Gainsbourg
Dezembro 11, 2017

Em junho, Loures foi flagrado pela Polícia Federal (PF) recebendo uma mala com R$ 500 mil na Operação Patmos, investigação resultante da delação de executivos da grupo JBS, líder da indústria brasileira de carnes.

A decisão foi tomada pelo juiz da 10ª Vara Federal, Jaime Travassos Sarinho, responsável pela primeira instância.

Explosão em NY foi tentativa de ataque terrorista, confirma prefeito
A explosão foi causada por um homem de 27 anos, de Brooklyn, que terá sido inspirado pelo auto-proclamado Estado Islâmico . A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, já informou o presidente norte-americano, Donald Trump, sobre o incidente.

Rocha Loures foi preso a pedido do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, mas conseguiu passar para o regime de prisão domiciliar enquanto responde ao processo criminal. Loures vai responder ao processo na Justiça Federal de Brasília pelo crime de corrupção passiva.

Ele era suplente de deputado federal e perdeu o cargo quando Osmar Serraglio (PMDB-PR) deixou o Ministério da Justiça.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL