Real Madrid encara Mundial de Clubes sem desculpas, afirma Zidane

Vincent De Villiers
Dezembro 11, 2017

"Não teremos partidas fáceis e não é porque somos o Real Madrid que vamos ganhar", disse o treinador, em tom de alerta.

O comandante afirmou que não há como vencer o Mundial apenas 'por ser o Real Madrid', lembrando do duelo contra o Kashima Antlers no ano passado.

"Não há desculpas, temos tempo de preparação para as partidas e temos que pensar em fazer tudo certo. É uma competição importante e queremos voltar com o título para casa", declarou em entrevista ao site do clube.

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, convocou todo seu elenco para viajar neste domingo aos Emirados Árabes Unidos, onde tentará repetir o sucesso no Mundial de Clubes, com as dúvidas Raphael Varane e Gareth Bale entre os selecionados e uma só mudança, a do goleiro juvenil Moha pelo lesionado Luca Zidane. "Temos a esperança de poder voltar para casa com o título", disse.

Real Madrid encara Mundial de Clubes sem desculpas, afirma Zidane

"Podemos estar muito satisfeitos e contentes com o desenrolar da temporada, mas é claro que podemos melhorar". Todos querem ver o Real Madrid jogar bem e ganhar sempre com quatro ou cinco golos, é o sonho de todos, mas não é assim tão fácil. "Os que estão lá dentro, e fui jogador e agora sou treinador, sabem que não é nada fácil aquilo que os jogadores vivem", acrescentou.

Depois de ganhar a Supercopa da Espanha, derrotando o Barcelona, e a Supercopa da Europa, o Real surpreendeu negativamente devido ao início repleto de tropeços na Liga espanhola.

"É natural que existam momentos complicados durante uma temporada, mas o que fizemos até agora é muito positivo e muito interessante".

Zidane analisou também o momento dos madrilenos, desvalorizando as exibições menos conseguidas, que suscitaram críticas junto da massa adepta. Depois teremos seis meses para lutar por La Liga, pela Champions e pela Copa del Rey. Eu gosto do que aprendo com os jogadores e com o que podem aprender comigo.

Dinheiro da Raríssimas paga viagens, BMW e vestidos de luxo
A direção limita-se a sublinhar que é essencial uma imagem adequada da presidente da Raríssimas quando representa a Associação. As acusações feitas contra Paula Brito Costa são corroboradas pelo testemunho de vários ex-funcionários da Raríssimas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL