Famílias das vítimas de voo da TAM receberão R$ 30 milhões

Judith Bessette
Dezembro 12, 2017

Dez anos após o maior acidente aéreo da história do país, um grupo de familiares das vítimas do avião da TAM que explodiu na pista do Aeroporto de Congonhas (SP) em 2007 vai receber uma indenização total de mais de R$ 30 milhões.

A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal "O Globo" neste domingo (10). O acordo foi homologado no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos concluiu em 2009 que o acidente foi causado por fatores humanos e problemas técnicos, mas ninguém foi condenado.

Flagrado com mala de dinheiro, ex-assessor de Temer vira réu
Ele era suplente de deputado federal e perdeu o cargo quando Osmar Serraglio (PMDB-PR) deixou o Ministério da Justiça. A decisão foi tomada pelo juiz da 10ª Vara Federal, Jaime Travassos Sarinho, responsável pela primeira instância.

O avião Airbus A320 partiu da cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com 187 pessoas a bordo. Com uma chuva no momento do pouso, que iniciou às 18h44, a aeronave começa a se aproximar da pista.

Acidente matou 199 pessoas no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL