Chris Froome com teste positivo na Volta a Espanha — Doping

Vincent De Villiers
Dezembro 13, 2017

O britânico Chris Froome, que acusou positivo numa análise na Volta a Espanha, assegurou esta quarta-feira, em comunicado, ter "seguido os conselhos do médico da equipa" Sky, para aumentar a dosagem face ao agravamento da sua asma. Caso o ciclista da Team Sky não consiga justificar os valores elevados ou contestar o resultado de forma válida e suficiente à WADA, perderá o título da Vuelta, conforme mandam as regras da UCI, a União Ciclista Internacional. Lembra que é sabido que sofre de asma e que conhece bem as regras.

Na página da equipa, Froome já reagiu à notícia.

"A UCI informou Chris que uma análise à urina realizada em 07 de setembro de 2017, após a 18.º etapa da Vuelta [Froome liderou a corrida a partir da terceira tirada], revelou uma concentração de salbutamol acima do limite, exigindo informações que confirmassem que não inalou mais do que a dose permitida", acrescentou a Sky. "Como sempre, tomei as maiores precauções para garantir que não excedia as doses permitidas", afirmou Froome.

Palestinos acusam israelenses de matar dois com drone em Gaza; Israel nega
A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Exército de Israel. A pesquisa engloba 1.270 adultos e tem margem de erro de três pontos.

Contudo, o 2017 do ciclista pode vir a tornar-se inesquecível pelas piores razões: os resultados de um teste antidoping feitos a Froome durante a Vuelta podem retirar-lhe o título que venceu este ano e, consequentemente, manchar a carreira do mais bem sucedido ciclista de estrada britânico. Ao que tudo indica, o ciclista britânico terá acusado dois mil nanogramas por mililitro no sangue de salbutamol, o dobre permitido pela Agência Mundial de Antidopagem.

Froome pode também enfrentar uma suspensão de cerca de um ano, falhando assim o próximo Giro d'Italia e a Tour de France. Por isso, dizem, "o uso de dosagens de Salbutamol pode por vezes resultar em concentrações urinárias elevadas, que requerem explicação".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL