Netflix, LinkedIn e YouPorn têm vazamento de 1,4 bilhão de dados sigilosos

Eloi Lecerf
Dezembro 13, 2017

Porém, nos últimos tempos não é nada incomum nos depararmos com notícias que informam o vazamento de senhas e outras informações sigilosas dos usuários.

Foi descoberto nesta semana um dos maiores bancos de senhas roubadas já registrados, com mais de 1,4 bilhão de combinações de nomes de usuários e senhas de inúmeros serviços diferentes. A quantidade de usuários é numerosa, ou seja, bastante próxima ao ataque que o Yahoo sofreu entre 2013 e 2014.

Os pesquisadores afirmam que qualquer pessoa que encontre o arquivo é capaz de abri-lo e utilizar as informações como preferir. Todas as informações estão organizadas em ordem alfabética para "ajudar".

Emissora de TV acusa Edir Macedo e Igreja Universal de "roubarem" crianças
E que logo depois "acabavam no estrangeiro", principalmente no Brasil e nos Estados Unidos, sendo adotadas de forma irregular. Pelo menos deveriam nos respeitar e, com certeza, o jornalismo da TVI perdeu qualquer credibilidade.

Segundo os pesquisadores da 4iQ, o arquivo está disponível na plataforma dark web e em torrents.

"Nenhuma das senhas está criptografada. A violação é quase duas vezes maior do que a maior exposição de credenciais já registrada, quando o Exploit.in teve 797 milhões de registros vazados", diz a empresa.

O pacote de logins já está circulando na dark web há algumas semanas, porém, acabou ganhando maior visibilidade quando alguém postou no Reddit alguns dias atrás. Caso elas sejam usadas em outros serviços, o ideal é que sejam alteradas também.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL