Kaká anuncia aposentadoria aos 35 anos: "se encerra aqui"

Vincent De Villiers
Dezembro 18, 2017

O jogador brasileiro passou pelo São Paulo, pelo Milan, pelo Real Madrid e estava agora no Orlando City. Uma década depois, o jogador anuncia sua aposentadoria dos gramados.

Em meio a camisas e chuteiras de períodos marcantes de sua carreira, Kaká revisitou toda sua trajetória no futebol, assistiu a gols memoráveis e recordou histórias no bate-papo com Galvão.

Com três Copas do Mundo no currículo e um prêmio de melhor jogador do mundo em 2007, Kaká, aos 35 anos, diz que não será mais jogador, mas que planeja seu futuro trabalhando nos bastidores do futebol.

Erdogan: mundo deve reconhecer Jerusalém como capital palestina
A decisão foi tomada pela Organização para a Cooperação Islâmica (OIC) durante uma reunião de emergência em Istambul, Turquia. A OCI rejeitou e condenou o que chama de "decisão unilateral" - o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel.

"Muito consciente cheguei à conclusão que é o momento de encerrar a minha carreira como jogador profissional". Agora vou me preparar para continuar no futebol e ter uma outra função. "Eu me preparei muito para ser jogador profissional e quero me preparar para essa nova função, quero ver e enxergar um pouco de fora", afirmou. Vou preparar-me para isso daqui em diante, estudar, acompanhar, estar mais próximo de alguns clubes, principalmente aqueles onde eu joguei.

Depois da gravação, já madrugada adentro, Kaká permaneceu no gramado, com sorriso largo no rosto, ainda tirou fotos pessoais e brincou de bola no Morumbi. O Milan recentemente fez essa proposta para que eu tivesse ali no dia a dia do clube. "São coisa que vou começar a me preparar, e daqui para frente ir me aproximando de uma outra função no futebol", ressaltou. Na equipe, conquistou todos os títulos importantes: Calcio, Copa da Itália, Uefa Champions League e Mundial de Clubes. Meu vínculo com o São Paulo não é de conquista, só conquistei o Rio-São Paulo aqui. No ano seguinte, chegou, de fato, ao Orlando City para virar a maior referência no clube americano.

Dani Alves também usou a rede social para elogiar o amigo Kaká e ressaltou o quanto admira o ex-colega de seleção pela "grande história sólida e exitosa". Disputou outros dois Mundiais (2006 e 2010). Depois, foi campeão também nas edições de 2005 e 2009 da Copa das Confederações.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL