Ataque contra igreja no Cairo faz cinco mortos

Oceane Deschanel
Dezembro 29, 2017

Pelo menos dois recrutas e um oficial da polícia, além de um porteiro, morreram hoje num ataque armado contra a igreja de Mar Mina, em Helwan, no sudeste do Cairo, informou à EFE um fonte das forças de segurança.

Em vídeos filmados com celulares e postados nas redes sociais, vê-se um homem barbudo, com uma jaqueta cheia de munição, estendido no chão, enquanto era imobilizado e algemado pelos policiais.

O país está em estado de emergência desde abril, quando ataques suicidas assumidos pelo Estado Islâmico atingiram duas igrejas coptas no Domingo de Ramos. Desde dezembro de 2016, essas ações já deixaram mais de 100 mortos.

Depois desses ataques, o Egito estabeleceu estado de emergência nacional, e o presidente Abdel Fatah al-Sissi pediu ao Exército que se impusesse sobre os extremistas com uma "força brutal". Eles escaparam ilesos, mas morreram o assistente de um deles e um piloto do helicóptero.

Marcelo Rebelo de Sousa Internado de urgência — ÚLTIMA HORA
O site da Presidência refere que será emitido ainda hoje um boletim clínico a informar sobre a saúde do Presidente. A operação a uma hérnia umbilical do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa , já terminou e correu bem.

A minoria cristã do Egito tem sido alvo constante de ataques de militantes muçulmanos.

Existem hoje no mundo cerca de 16 milhões de cristãos fiéis à Igreja Copta, a esmagadora maioria deles habitantes do Egito.

O EI é suspeito de estar por trás de um atentado que deixou mais de 230 mortos contra uma mesquita do leste do Egito em 24 de novembro passado.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL