Martial e Lingard fazem golaços, United bate o Everton e quebra jejum

Vincent De Villiers
Janeiro 2, 2018

Mourinho está a 14 pontos do City e a última coisa que devia fazer é queixar-se deles e falar deles.

Este duro golpe no setor ofensivo do Manchester United, que perde o recém-regressado Ibrahimovic e Lukaku, vem na pior altura para José Mourinho, que soma três empates consecutivos e continua a perder terreno para o Manchester City.

O Manchester United começou o ano de 2018 de forma positiva e com um desempenho incontestável na vitória sobre o Everton por 2 a 0, nesta segunda-feira, no estádio Goodison Park, em Liverpool pela 22.ª rodada do Campeonato Inglês. Já o Leicester bateu o Huddersfield por 3 a 0 e o Newcastle United derrotou o Stoke City por 1 a 0, fora de casa.

O United está cada vez mais longe do rival Manchester City, que lidera o campeonato de forma destacada, com 13 pontos de vantagem sobre o Chelsea, que pode ampliar no domingo, quando jogar no estádio do Crystal Palace, 17.º classificado.

Dois assaltantes feridos em operação policial em Queluz de Baixo
Também três polícias ficaram feridos após terem sido abalroados dentro da viatura policial, acrescenta a Direcção Nacional da PSP. Entretanto a arma utilizada por eles no assalto foi já apreendida pela PSP e todo o dinheiro roubado recuperado.

Depois da eliminação da Taça da Liga inglesa às mãos do modesto Bristol City, o Manchester United fecha o ano no terceiro lugar da Premier League, a um ponto do Chelsea e a 15 do Manchester City. Lukaku teve de sair do campo em maca após ter chocado de cabeça com Wesley Hoedt e deverá falhar pelo menos dois jogos, enquanto Ibrahimovic estará afastado dos relvados durante um mês, também lesionado.

"Transferências? Não sei. Neste momento estamos com vários problemas. Assim é difícil...", lamentou Mourinho no final do encontro com os Saints, revelando ainda que Ibra está ausente durante "um mês".

Face à ausência previsível dos dois avançados, José Mourinho deverá confiar a linha mais avançada a Anthony Martial e Marcus Rashford, dois jogadores mais rotinados nas alas. "Guardiola melhorou a equipa em termos desportivos e soube contratar bem com o dinheiro à disposição".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL