Maconha é liberada na Califórnia, que se torna maior mercado do mundo

Patrice Gainsbourg
Janeiro 3, 2018

A Proposição 64, aprovada em novembro de 2016, que legaliza a venda e o cultivo de maconha para fins recreacionais por adultos, entrou em vigor nesta segunda-feira (1) no estado da Califórnia.

Americanos fizeram fila para adquirir o produto no primeiro dia do ano. Com a medida, a Califórnia se tornou o sexto estado americano a introduzir a venda da maconha regulada, licenciada e tributada pelo governo. O estado já permitia o uso medicinal. É o maior estado a legalizar a erva até agora, juntando-se a Massachusetts, Maine, Colorado, Washington, Oregon, Alaska, Colorado e Nevada.

Operação Ano Novo regista menos mortos, feridos e acidentes
No último dia do ano registaram-se nas estradas 144 acidentes, dos quais resultaram um morto, quatro feridos graves e 61 feridos leves.

A, no entanto, erva continua sendo classificada como um narcótico ilegal nos Estados Unidos.

A venda de produtos à base desta droga fica restrita a menores de 21 anos. O comércio foi travado em dezembro devido à alta demanda e à restrição dos bancos do país, que se recusam a receber dinheiro das farmácias que vendem maconha, por medo de sanções dos Estados Unidos - a lei federal americana proíbe o sistema financeiro de ter relações com entidades que comercializam maconha e outras substâncias.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL