Polêmica em festa de multinacional leva à demissão da chefia

Judith Bessette
Janeiro 5, 2018

A empresa produz softwares para empresas como Embraer, iFood e SulAmérica.

Por conta de uma brincadeira na festa de final de ano da multinacional Salesforce, realizada em dezembro, o presidente da mesma e outros dois funcionários acabaram sendo demitidos. Segundo as regras do concurso criado pelo RH da filial brasileira, quem tivesse a melhor fantasia ganharia R$ 3 mil. O "negão do WhatsApp", como o personagem é conhecido nas redes sociais, ficou apenas em quarto lugar e ainda foi demitido. Os três acabaram demitidos.

Tudo começou quando a área de recursos humanos da empresa resolveu premiar as melhores fantasias.

Incentivado pela premiação, um dos funcionários que atuava na área de vendas, foi fantasiado de "Negão do Whatsapp" - um meme popoular que circula no Whatsapp.

Petrobras: acordo milionário para encerrar ação judicial
A terceira parcela será paga em até seis meses após a aprovação final ou 15 de janeiro de 2019, o que acontecer por último. O valor total do acordo será provisionado no balanço do quarto trimestre de 2017.

A foto do funcionário fantasiado chegou até a sede da empresa, que está localizada em San Francisco, nos Estados Unidos, e gerou polêmica. As versões, conforme a Folha, divergem. O diretor comercial teria tentado intervir, argumentando que no Brasil as pessoas são mais liberais. No entanto, segundo a Veja apurou, o presidente foi demitido após uma denúncia de um funcionário através de canais internos da empresa e não porque se opôs a demissão do funcionário fantasiado. Eles foram vestidos como personagens principais do filme "As Branquelas" - em que dois policiais negros se travestem de patricinhas brancas.

Algumas pessoas consideraram a punição da firma como desproporcional, visto que a Salesforce é uma empresa com discurso de defesa da diversidade e liberdade.

Procurada, a Salesforce confirmou os desligamentos e disse que "os executivos trouxeram importantes contribuições para a Salesforce durante suas atuações na companhia", mas afirmou que não comentaria o motivo da saída porque isso vai contra sua política interna. "Enrique Ortegon, que dirige a operação na América Latina, assume a função de General Manager para Brasil e países hispanos", conclui a nota.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL