PT fará reunião pós-julgamento para confirmar Lula candidato

Oceane Deschanel
Janeiro 5, 2018

"O PT está organizando uma verdadeira jornada pela democracia e em defesa do ex-presidente Lula nos dias 23 e 24/1 em Porto Alegre", diz a página oficial do PT no Facebook.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre, vai julgar a apelação criminal de Lula no caso do tríplex do Guarujá.

O prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Junior solicitou ao governo federal a convocação da Força Nacional e do Exército para atuarem na cidade no dia do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Se condenado em 2ª instância, o ex-presidente pode ser impedido de disputar as eleições.

Os mandatos dos senadores paranaenses Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT) afirmam estar totalmente dedicados à construção do chamado Ocupa POA, assim como o PCdoB, que ontem (2) emitiu nota pública reafirmando total apoio a Lula e denunciando que o ex-presidente é vítima de perseguição, política, jurídica e midiática e assegurando mobilização de militantes para reforçar caravanas e atos programados.

Polícia na cadeia na cidade brasileira de Natal
AFP 2017 Andressa Anholete Medo e delírio no Rio Grande do Norte polícia paralisada e Exército nas ruas

O ex-Presidente brasileiro foi condenado em primeira instância, em julho do ano passado, a nove anos e meio de prisão num julgamento no qual foi acusado de ser favorecido por uma das empresas de construção que mantinham contratos ilícitos com a Petrobras.

Além disso, a Executiva Nacional do PT fará uma reunião ampliada para reafirmar a candidatura do ex-presidente, que atualmente lidera as pesquisas para as eleições de 2018.

Se Lula sofrer um revés no julgamento no julgamento do próximo dia 24 de janeiro, poderá se tornar inelegível e ver suas pretensões de se candidatar à Presidência da República irem por "água abaixo".

Também na capital gaúcha, para o dia 22 está previsto um seminário com representantes de partidos de esquerda internacionais e outro que reunirá, segundo a legenda, juristas do Brasil e de outros países que criticam a condenação de Lula. "Devido as manifestações de líderes políticos que convocam uma invasão em Porto Alegre, tomei essa medida para proteger o cidadão e o patrimônio público", escreveu o prefeito. (PSDB), que enviou ofício ao presidente Michel Temer pedindo o envio do Exército e da Força Nacional de Segurança à cidade, sede do TRF-4, no dia do julgamento do recurso de Lula.

Youtuber Logan Paul posta vídeo polêmico com cadáver e gera revolta mundial
Nós viemos até aqui com a intenção de focar no aspecto sobrenatural da floresta e tudo se tornou real demais", disse ele. Qualquer um pode entender que é fácil de ser levado pelo momento sem ter o pleno peso das possíveis consequências.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL