Donald Trump extingue comissão sobre fraude eleitoral

Patrice Gainsbourg
Janeiro 6, 2018

Em comunicado, a Casa Branca disse que os estados não deram informações básicas necessárias.

O Presidente dos Estados Unidos decidiu extinguir uma comissão que tinha criado para investigar as alegadas fraudes eleitorais nas presidenciais de 2016.

Funcionários do Estado expressaram a sua preocupação com a privacidade dos dados solicitados pela comissão, que incluiu nomes, números parciais de Segurança Social, histórico de votação e afiliações partidárias.

"Em vez de me engajar em batalhas legais intermináveis à custa do contribuinte, hoje assinei uma ordem executiva para dissolver a comissão e pedi ao Departamento de Segurança Interna para analisar essas questões e determinar os próximos passos de ação". Disseminado por sites alternativos de direita como o Infowars, o tweet foi apanhado pelo Presidente e usado por este para acusar estados tendencialmente democratas de terem autorizado que pessoas não-elegíveis para votar fossem às urnas.

PT fará reunião pós-julgamento para confirmar Lula candidato
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre, vai julgar a apelação criminal de Lula no caso do tríplex do Guarujá.

O comitê foi criado em maio porque Trump afirmara que havia ocorrido fraude em vários estados durante as eleições que o levaram à Casa Branca.

Trump venceu Hillary no sistema de colégio eleitoral por 304 votos contra 227, mas a democrata conseguiu cerca de três milhões de votos a mais que o agora presidente.

O presidente chegou a dizer em janeiro que, nas eleições de novembro, votaram até cinco milhões de imigrantes sem documentos, razão pela qual, em sua opinião, a ex-secretária de Estado ganhou no voto popular.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL