Número de mortes por febre amarela na Grande SP sobe para 3

Patrice Gainsbourg
Janeiro 9, 2018

A vacinação contra a febre amarela será ampliada em todo o estado no início do mês de fevereiro, de acordo com o coordenador de controle de doenças do estado, Marcos Boulos.

Em uma tentativa para conter novo avanço da febre amarela, cerca de 19 milhões de pessoas deverão ser vacinadas contra a doença a partir de fevereiro em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

Secretaria da Saúde vai liberar vacinação contra a febre amarela em todo estado.

Em relação às epizootias (morte ou adoecimento de primatas não humanos, como macacos, bugios e outros), ocorreram 2.491 de julho de 2016 até o momento, com a confirmação de positividade em 617 animais por meio de análise laboratorial pelo Instituto Adolfo Lutz, sendo 61,5% deles na região de Campinas. E a internação de uma paciente de 27 anos, também com a doença, que passou por transplante.

It gets worse: Microsoft's Spectre-fixer bricks some AMD PCs
Intel chips going back a decade all contain a serious flaw that's prompting changes to the Linux, Windows, and macOS kernels. Another potential fix is to activate metered connections in Windows 10 which can prevent the update from installing.

A secretaria disse que ele foi duas vezes para o local em dezembro e começou a apresentar os sintomas no dia 18. Morreu cinco dias depois. "Só na sexta a família foi informada do resultado", informou a pasta. Durante o mês de janeiro, os estados e municípios irão treinar os profissionais de saúde e adequar a logística para realização do fracionamento. Segundo a secretaria, 292,8 mil doses foram aplicadas em Guarulhos até esta segunda-feira, 8. O objetivo é evitar a expansão da doença para locais ainda não atingidos, os quais não tinham recomendação para vacinação contra febre amarela. Quem afirma isso é o secretário estadual de Saúde, David Uip.

Diante do aumento da demanda para vacinação, a solução encontrada foi recorrer à vacina fracionada. Ao todo, 15 milhões receberão a dose fracionada da vacina e outras 4,7 milhões, a dose padrão. Um exemplo deste último caso seria a região central da capital. Além de São Paulo, deverão seguir a iniciativa os Estados da Bahia e Rio.

A dose fracionada é mais fraca que a dose integral e protege por até nove anos, enquanto a oferecida atualmente dura a vida toda. Ele é necessário para que, no futuro, seja definido o período em que a pessoa deve receber dose de reforço.

Para ampliar a imunização, a dose da vacina será dividida. A diferença, porém, é a duração dessa proteção. "Estudos mostram que a vacina fracionada é de nove anos". A situação epidemiológica será discutida nesta terça em Brasília entre os secretários estaduais de Saúde e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, que deve anunciar medidas estratégicas de combate à doença. "Ao ir para matas e zonas de reservas florestais, é preciso estar vacinado", destaca Alves. Viajar não é só pegar um avião e um ônibus, mas entrar em um ambiente que é diferente do seu habitual.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL