Ministro dos Negócios Estrangeiros português inicia visita de quatro dias à Venezuela

Judith Bessette
Janeiro 13, 2018

A grave crise na Venezuela tem deixado muitos portugueses em "situações dramáticas", como reconheceu o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Durante a deslocação, Augusto Santos Silva vai reunir-se com representantes dos portugueses e lusodescendentes residentes na Venezuela, uma comunidade estimada em meio milhão de pessoas, além de manter contatos com as autoridades locais e responsáveis da sociedade civil.

Em entrevista à RTP, o governante abordou a situação da comunidade portuguesa num país onde faltam bens e se tem assistido a pilhagens.

Arreaza, que não comentou o pedido do colega, destacou a importância da comunidade portuguesa na Venezuela e indicou que existem cerca de 20 projetos mistos em execução.

Merkel e Schulz prometem "esforços" para formar governo na Alemanha
Horst Seehofer, da CSU, apontou a Páscoa, que este ano se comemora a 1 de Abril, como o ultimo prazo para o país ter um Executivo. Merkel tem o partido mais do seu lado, mas há um movimento crescente que quer uma reaproximação das raízes de direita da CDU.

Esse canal permitirá que "todas" as preocupações, dificuldades, necessidades e propostas dos portugueses "sejam consideradas, analisadas pelas autoridades venezuelanas para que em relação a todas elas haja uma resposta das autoridades venezuelanas", explicou.

O Governo português pretende levar "o problema de prazos de pagamento e de fornecimento" de uma empresa portuguesa fornecedora de pernil de porco, depois de o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ter acusado Portugal de sabotar a importação deste alimento típico das festividades natalícias.

Santos Silva revelou que esta sexta-feira falou com a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, "para trocar informações" sobre este tema.

Para "contribuir", Portugal sugeriu à Venezuela que compre mais produtos farmacêuticos aos laboratórios nacionais, lembrando que há cinco que já exportam para aquele país sul-americano.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL