Ex-Vasco, zagueiro equatoriano é morto a tiros em Praia Grande

Patrice Gainsbourg
Janeiro 14, 2018

Alan Júnior Alves, 26, ex-jogador do Vasco da Gama, foi assassinado nessa sexta-feira (12), enquanto estava em uma praia no litoral de São Paulo com um grupo de amigos. Alan e a outra vítima atingida, identificada como Mafaldo Alexandre Pereira, foram socorridos pelos próprios amigos até o Pronto Socorro do Quietude. Em seguida, os criminosos fugiram. O zagueiro morreu na hora, enquanto que seu amigo, também atingido, foi encaminhado a um hospital em estado grave. A polícia tenta identificar os suspeitos, porém, até o momento ninguém foi preso.

"Pontos são importantes para o que aí vem" — Rui Vitória
Eu faltei ao respeito a alguém? Nem aceito que o digam de forma leviana sobre mim, porque não ultrapasso os limites. O treinador do FC Porto disse o que disse, que assuma as suas responsabilidades.

O corpo de Alan foi levado para perícia no Instituto Médico Legal (IML). O local fica próximo ao Canal 18 da Praia Grande. A polícia vai ouvir testemunhas e pedir imagens de câmeras instaladas na região. Zagueiro, ele rodou por diversos times menores do Rio de Janeiro e de São Paulo como Portuguesa-RJ, Comercial-SP, Americano-RJ, Atlético Sorocaba-SP e Goytacaz-RJ e foi jogar no futebol equatoriano. Em nota oficial publicada nas redes sociais, o Santa Rita lamentou o ocorrido com o jogador. Muitos se mostraram assustados com a violência na Praia Grande. O Santa Rita publicou nota em sua página no Facebook lamentando a morte de seu futebolista.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL