Incêndio em Tondela faz pelo menos oito mortos e 34 feridos

Patrice Gainsbourg
Janeiro 14, 2018

Pelas 23h30 deste sábado, estava confirmada a morte de 8 pessoas e pelo menos 36 feridos.

O primeiro-ministro, António Costa, telefonou ao presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, que classificou a situação "como muito crítica".

A testemunha conta que se tinha instalado um pânico geral entre as pessoas. No entanto, os mais graves vão ser transportados para hospitais de Lisboa e Porto. As pessoas estavam já todas no chão, demorou um bocado, se não fosse o jipe do senhor Guimarães não tinha aberto. As causas do incidente ainda não foram apuradas, mas tudo indica que o fogo terá começado depois de uma explosão no sistema de aquecimento do espaço.

"Há dezenas a serem retirados do local e ainda não conhecemos o número exato, mas há vários feridos com gravidade", disse um bombeiro de Vale de Besteiros. Pelas 23h50, permaneciam no local 170 operacionais, apoiados por 65 viaturas. O presidente da República vai a Tondela este domingo.

Rebaixamento da nota do Brasil gera mal-estar entre Maia e Meirelles
Hoje, ao jornal "O Globo" , o presidente da Câmara tentou contemporizar: "Nosso desafio não é encontrar culpados". Meirelles afirmou que o Congresso tem aprovado as reformas importantes na área fiscal.

Segundo fonte do executivo, o Governo está a acompanhar as consequências do incêndio e estão a ser acionados "todos os meios" dos serviços dos ministérios da Administração Interna, da Saúde e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O incêndio deflagrou no edifício de dois andares onde tem sede a Associação Recreativa, Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha. Já o INEM diz que há, pelo menos, 34 feridos.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social ativou, entretanto, a Linha Nacional de Emergência Social através do número gratuito 144.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL