Pyongyang propõe nova conversa com sul-coreanos, diz Coreia do Sul

Patrice Gainsbourg
Janeiro 14, 2018

Na sexta-feira, Seul afirmou que a Coreia do Norte havia proposto um encontro para discutir a questão. Numa reunião entre o norte e o sul realizada na terça-feira, a primeira em mais de dois anos, Pyongyang disse que enviaria uma delegação do Governo aos jogos de PyeongChang, além de apoiantes, grupos artísticos e atletas, embora não especificasse se eles competiriam.

As duas Coreias, que oficialmente ainda estão em guerra, já desfilaram juntas nas cerimônias de abertura dos Jogos Olímpicos de 2000 em Sydney, em 2004 em Atenas, e em 2006 em Turim.

"A Coreia do Norte enviou uma notificação sugerindo ter conversações a nível de trabalho no Pavilhão Tongil no lado norte-coreano da aldeia da trégua de Panmunjom no dia 15 de janeiro para discutir sobre o envio de seu grupo performático", disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul.

Barril do Brent fecha em alta de 0,08%
O petróleo WTI, referência nos Estados Unidos, foi cotado a US$ 63,31 por barril. Trata-se da maior cotação registrada em três anos.

Além do seu compromisso para facilitar a participação norte-coreana nos Jogos de Inverno, Norte e Sul se mostraram de acordo durante a última reunião em realizar conversas no plano militar, mas nenhuma data foi proposta por enquanto.

Entretanto, o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, anunciou já que se irá reunir em 20 de janeiro com os representantes da Coreia do Sul e do Norte para decidir sobre a participação norte-coreana nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang2018.

A Coréia do Norte havia boicotado os únicos Jogos Olímpicos anteriores na península em 1988. O diálogo entre as duas Coreias foi retomado esta semana, após mais de dois anos sem diálogo entre os dois países.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL