Rescaldo efetuado em incêndio que destruiu loja chinesa nos Olivais

Patrice Gainsbourg
Janeiro 16, 2018

De acordo com fonte do Regimento de Sapadores de Lisboa, o incêndio urbano consumiu um "edifício comercial", na Avenida de Berlim, em Lisboa.

Operacionais no local sobe para 57 homens apoiados por 22 veículos. O incêndio foi dominado.

Segundo a fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros (RSB) de Lisboa, pelas 01:00, o "rescaldo já estava efetuado", mas os bombeiros permanecem no local "em vigilância".

O alerta foi dado aos bombeiros pelas 18h11 e o armazém que ardeu fica perto da Gare do Oriente. Duas pessoas tiveram de receber assistência pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (#INEM) devido à inalação de fumo. Mas, até ao momento, não foram reportados feridos.

Billion-dollar spy satellite destroyed in launch
With Falcon heavy, SpaceX will also attempt to simultaneously land and recover all three of its first-stage rocket cores. That goal is completely in line with Elon Musk and his company's goal to drive down the cost of access to space.

Incêndio terá tido origem num curto-circuitoO incêndio no armazém em Lisboa terá tido origem "num curto-circuito" que se alastrou devido ao "material inflamável e têxtil" existente no edifício, explicou a presidente da Junta dos Olivais, Rute Lima.

O trânsito foi cortado ao final da tarde em toda a Avenida de Berlim, depois da rotunda da Praça Baden-Powell, segundo informou a Junta de Freguesia dos Olivais numa publicação no Facebook.

Sobre a possibilidade de pessoas habitarem no armazém, a responsável revelou apenas ter conhecimento da existência " de uma cozinha", utilizada pelos trabalhadores para "a preparação de refeições".

Segundo Rute Lima, não existem "danos pessoais" a registar, sendo que o resultado do incêndio não passará de "danos materiais".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL