SP: Mulher mata vizinha a facadas por causa de vaga de emprego

Rebecca Barbier
Janeiro 16, 2018

De acordo com a Polícia, Érica e três irmãs voltavam para casa quando a vizinha, identificada como Angélica da Cruz, as viu e começou a provocar a vítima, o que deu início a uma discussão entre elas.

Ao saber do ocorrido, Érica postou em sua rede social um dia antes do crime uma mensagem no Facebook interpretada por Angélica como uma indireta.

"Ela estava desempregada e queria a vaga da minha irmã. Elas começaram um bate-boca e o pai, o irmão e o marido da agressora saíram para ajudar". "Isso acontecia todos os dias", explicou, em entrevista ao G1, a irmã da vítima Rafaela Oliveira da Silva, acrescentando que Érica era assistente administrativa em uma empresa de concreto no bairro Monte Cabrão. "No dia 8 de janeiro, ela [Angélica] parou o chefe da minha irmã na rua, pediu que ele demitisse a Érica e a contratasse no lugar".

"Está passando fome, meu bem?"

O Outro Lado do Paraíso: Clara conhece Adriana e se surpreende
Laura (Bella Piero) garante a Rafael (Igor Angelkorte) que Vinícius (Flávio Tolezani) não atrapalhará seu casamento. Mercedes (Fernanda Montenegro) revela a Josafá (Lima Duarte) o motivo de sua tristeza.

As irmãs da vítimas também ficaram feridas e uma delas corre risco de morte. Me fala, que até cedo meu emprego pra você, já que está oferecendo até o corpo, que por sinal é um lixo. A faca foi entregue à suspeita pelo próprio marido que, segundo testemunhas, também teve participação no crime.

Apenas Rafaela não saiu ferida. Daniele Alves de Oliveira, de 27 anos, que sofreu ferimentos graves no pulmão e no intestino, e Débora Oliveira da Silva, de 32, que também sofreu ferimentos, foram encaminhadas para o hospital após o sucedido.

Vaga de emprego Angélica e Érica chegaram a dividir quarto por dois anos depois que a suspeita brigou com a família e foi acolhida pela mãe da vítima há cerca de 10 anos. Aceita: "quem nasceu para ser cachorro, morre latindo", escreveu. Débora se encontra em observação. Ninguém foi preso até o momento.

Segundo a polícia, Angélica, autora do crime, fugiu e ainda não foi localizada. Os familiares dela prestaram depoimento na Delegacia de Santos e liberados logo em seguida.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL