Do início da investigação à prisão de Maluf — Cronologia

Oceane Deschanel
Janeiro 18, 2018

A obra e os desvios aconteceram na década de 90, e a investigação foi aberta no ano 2000. O início da pena deve acontecer em regime fechado. Veja a cronologia do caso.

"Considerando que se trata de um direito do condenado, bem como que o apenado se encontra em grave estado de saúde, requer-se a transferência do local de cumprimento da pena para o Estado de São Paulo, de forma a propiciar a Paulo Maluf uma assistência mais efetiva da família, e a facilitar a sua reinserção na sociedade, inclusive por questões humanitárias", requereu a defesa.

O Ministério Público Federal de São Paulo denuncia à 2ª Vara Criminal Federal Paulo Salim Maluf e mais dez pessoas por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O ex-prefeito é acusado de fazer remessas ilegais ao exterior usando serviços de doleiros e offshores na ilha de Jersey. O Supremo Tribunal Federal assumiu o caso após a eleição de Maluf como deputado. No STF, o caso torna-se um inquérito criminal.

Fachin entendeu como inadmissíveis os embargos infringentes interpostos pela defesa de Maluf.

Médico confirma que Trump é obeso
Em conclusão, Donald Trump deverá permanecer saudável até ao final do seu actual mandado como Presidente dos Estados Unidos. Jackson não pretendia inicialmente realizar qualquer exame mental ao Presidente, mas o próprio Trump terá insistido.

O juíz do Supremo Tribunal também determinou a perda imediata do mandato parlamentar de Maluf, mas essa decisão ainda tem de ser referendada pela Câmara dos Deputados. Os procuradores estimaram em US$ 170 milhões a movimentação total de recursos ilícitos.

A Justiça do Distrito Federal determinou que o deputado Paulo Maluf seja transferido para o Centro de Detenção Provisória do Distrito Federal, a Papuda. "Só posso dizer isso a você", declarou o deputado, por telefone. Mas a sessão é suspensa e um novo julgamento é marcado para dali 15 dias.

Defesa tenta reverter a condenação. O colegiado também condenou Maluf a pagar o equivalente a 248 dias-multa, aumentada em três vezes, pelo crime de lavagem de dinheiro. Eles citam a idade de Maluf - 86 anos - e doenças que o deputado teria, como câncer de próstata, problema cardíaco e hérnia de disco. Ainda não tivemos acesso à decisão, pois o Supremo entrou hoje em recesso. A Polícia Federal também não tem previsão. De lá, segue para exame de corpo de delito no IML.

Também nesta quinta (21), o juiz Bruno Aielo, responsável pela Vara de execucações reforçou o pedido para que a Polícia Federal transfira o deputado para Brasília imediatamente.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL