Do início da investigação à prisão de Maluf — Cronologia

Oceane Deschanel
Janeiro 18, 2018

A obra e os desvios aconteceram na década de 90, e a investigação foi aberta no ano 2000. O início da pena deve acontecer em regime fechado. Veja a cronologia do caso.

"Considerando que se trata de um direito do condenado, bem como que o apenado se encontra em grave estado de saúde, requer-se a transferência do local de cumprimento da pena para o Estado de São Paulo, de forma a propiciar a Paulo Maluf uma assistência mais efetiva da família, e a facilitar a sua reinserção na sociedade, inclusive por questões humanitárias", requereu a defesa.

O Ministério Público Federal de São Paulo denuncia à 2ª Vara Criminal Federal Paulo Salim Maluf e mais dez pessoas por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O ex-prefeito é acusado de fazer remessas ilegais ao exterior usando serviços de doleiros e offshores na ilha de Jersey. O Supremo Tribunal Federal assumiu o caso após a eleição de Maluf como deputado. No STF, o caso torna-se um inquérito criminal.

Fachin entendeu como inadmissíveis os embargos infringentes interpostos pela defesa de Maluf.

São José distribui carnês do IPTU 2018; imposto teve reajuste de 9,16%
As guias estão disponíveis no Setor de Tributos e pagamento segue calendário do IPTU (datas e descontos no pagamento à vista). Para quem pagar à vista até o dia 10 de fevereiro será de 10% e para quem pagar até o dia 10 de março será de 5%.

O juíz do Supremo Tribunal também determinou a perda imediata do mandato parlamentar de Maluf, mas essa decisão ainda tem de ser referendada pela Câmara dos Deputados. Os procuradores estimaram em US$ 170 milhões a movimentação total de recursos ilícitos.

A Justiça do Distrito Federal determinou que o deputado Paulo Maluf seja transferido para o Centro de Detenção Provisória do Distrito Federal, a Papuda. "Só posso dizer isso a você", declarou o deputado, por telefone. Mas a sessão é suspensa e um novo julgamento é marcado para dali 15 dias.

Defesa tenta reverter a condenação. O colegiado também condenou Maluf a pagar o equivalente a 248 dias-multa, aumentada em três vezes, pelo crime de lavagem de dinheiro. Eles citam a idade de Maluf - 86 anos - e doenças que o deputado teria, como câncer de próstata, problema cardíaco e hérnia de disco. Ainda não tivemos acesso à decisão, pois o Supremo entrou hoje em recesso. A Polícia Federal também não tem previsão. De lá, segue para exame de corpo de delito no IML.

Também nesta quinta (21), o juiz Bruno Aielo, responsável pela Vara de execucações reforçou o pedido para que a Polícia Federal transfira o deputado para Brasília imediatamente.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL