Governo vai periciar 1,2 milhão de benefícios do INSS em 2018

Patrice Gainsbourg
Janeiro 18, 2018

Este novo modelo flexibilizará o cumprimento da jornada de trabalho, além de levar em conta, por exemplo, as atividades diárias executadas pelos peritos.

O perito que aderir ao novo modelo, explicou Beltrame ao G1, terá de realizar quatro perícias diárias (em auxílios-doença e em aposentadorias por invalidez) e se colocar à disposição de mutirões quando o ministério julgar necessário.

As novas regras foram publicadas no último dia 15 no Diário Oficial da União e os peritos interessados terão até 30 dias para informar se pretendem aderir ao novo sistema, o ministro estima a adesão de pelo menos 1,5 mil profissionais.

"Mais do que tentar obter o recurso de volta, o objetivo do governo é parar a sangria provocada pelo pagamento indevido de benefícios", disse Alberto Beltrame, acrescentando que, mesmo nos casos em que a má-fé for comprovada, não haverá ações para a devolução de valores.

O pente-fino - O governo iniciou em agosto de 2016 o pente-fino nos benefícios por incapacidade pagos pelo INSS.

Trailer de série brasileira da Netflix mostra as engrenagens da corrupção
O Mecanismo foi filmado em quatro cidades: Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília e São Paulo . Elena assina o roteiro, em colaboração com Sofia Maldonado .

Após a revisão, o governo verificou que o índice de pessoas que não tinham mais necessidade de receber o auxílio doença era de cerca de 80%. Dos casos analisados, 226,2 mil auxílios-doença foram cancelados, o que gerou uma economia de R$ 5,7 bilhões.

Alberto Beltrame ainda informou que as pessoas que terão que fazer a perícia serão convocadas por carta registrada e não é preciso ir a postos da Previdência antes de receber a correspondência.

Já no caso da aposentadoria por invalidez, deve passar pela revisão quem tem menos de 60 anos de idade e está há dois anos ou mais sem passar por perícia. Pessoas com mais de 60 anos ou que tenham mais de 55 anos, mas recebem o benefício há mais de 15 anos, não serão periciadas.

A expectativa é de que sejam realizadas 1,2 milhão de revisões em 2018.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL