Mais uma vítima mortal do incêndio — Tondela

Oceane Deschanel
Janeiro 18, 2018

Pelo menos oito pessoas morreram em um incêndio que atingiu, na noite de sábado, dia 13, a sede de uma associação recreativa em Vila Nova de Rainha, na comarca de Tondela, região central de Portugal.

O alerta foi dado perto das 21h00 e cerca de uma hora mais tarde estava extinto.

O incêndio teve origem numa explosão de uma caldeira na sede de uma asssociação de Vila Nova da Rainha, palco de um torneio de sueca.

Segundo o autarca, o edifício teve "uma obra de adaptação para servir de sede da associação, em 1992, data em que existe licenciamento de obras".

Em assembleia, metroviários de SP confirmam greve para esta quinta
A paralisação que terá início à meia-noite foi confirmada pelo sindicato da categoria. A licitação já foi realizada e o resultado deve sair nesta sexta-feira (19).

A porta-voz da Autoridade Nacional de Proteção Civil de Portugal (ANPC), Patrícia Gaspar, não descarta que haja mais mortos neste incidente, segundo a agência Efe. O presidente da Câmara, José António Gomes Jesus, disse ser "fundamental criar recursos e estratégias para dar apoio às vítimas e aos familiares".

Sobre o que ocasionou o acidente, Jesus disse que o recipiente "aqueceu muito, logo, isso provocou uma forte combustão no teto falso do segundo piso".

Segundo testemunhas, o incêndio causou pânico e o local começou a ser imediatamente evacuado. Para Lisboa foram enviados cinco vítimas: dois para o Santa Maria, dois para o São Francisco Xavier e um menor para o Dona Estefânia. Segundo o Jornal do Centro, numa outra sala havia dezenas de pessoas assistindo a uma partida de futebol pela televisão.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL