Queda repentina desvaloriza em 50% preço de bitcoins — Bitcoins

Judith Bessette
Janeiro 18, 2018

Ao final da manhã, a maior criptomoeda do mercado caiu 10% para 9.610,05 dólares.

O bitcoin continua sofrendo fortes quedas nesta quarta (17) e caiu abaixo do patamar de US$ 10 mil. Para analistas, a queda ocorreu depois que países sinalizaram intenção de regular o setor de criptomoedas.

A 18 de dezembro, a bitcoin atingiu o valor mais elevado de sempre (19.511 dólares), mas desde então já perdeu 140 mil milhões de dólares em valor de mercado.

Segundo o site Metro, em uma entrevista a uma rádio local, o ministro disse que o governo da Coreia do Sul estava considerando banir a compra e venda do bitcoin e outras criptomoedas, mas que não há resistência do estado em regulamentar as moedas digitais. Há muitas especulações sobre o motivo da queda, entre elas uma possível proibição na Ásia de negociações envolvendo moedas virtuais.

Montero treinou pela primeira vez nesta quinta-feira — Sporting
A cláusula de rescisão de Fredy Montero, de 30 anos, foi fixada nos 60 milhões de euros. Até agora, só Rúben Ribeiro foi utilizado por Jorge Jesus.

Naquele momento, os mercados foram influenciados pelo iminente lançamento de contratos futuros pela CME Group e CBOE - demonstrando o interesse dos gigantes de Wall Street em fazer parte do ecossistema das criptomoedas.

Estas medidas chegariam depois de Pequim ordenar no ano passado o encerramento das casas de câmbio de divisas digitais com sede no país, enquanto na Coreia do Sul o Governo está a actuar para controlar um mercado que se encontra sem regulamentação e que se caracteriza por uma extrema volatilidade.

Na segunda-feira (15), Joachim Wuermeling, diretor do Deutsche Bundesbank, banco central da República Federal da Alemanha, argumentou que as critptomoedas deveriam ser fiscalizadas mundialmente. É o caso do ethereum, do ripple e do bitcoin cash.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL