Pistola encontrada em apartamento no Rio é de promotor morto

Patrice Gainsbourg
Janeiro 19, 2018

O promotor do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) Marcus Vinicius da Costa Moraes Leite foi encontrado morto nesta terça-feira, 16, junto com a mulher, a também servidora do órgão Luciana Alves de Melo.

O procurador-geral de Justiça, José Eduardo Ciotola Gussem, decretou o luto de três dias nas dependências do Ministério Público e determinou que todas as bandeiras fiquem a meio mastro.

Segundo o MP, uma arma de fogo foi encontrada no apartamento e não havia indícios de invasão ou assalto.

Spotify afirma que irá retirar funk criticado por apologia do estupro
A música chegou a ficar na playlist Top Viral do aplicativo, que mostra o conteúdo mais executado dos últimos dias. Antes de cantar, o DJ Selminho, produtor da música, diz: "Vai mandar aquela?"

Marcus Vinicius da Costa Moraes Leite tinha 43 anos e era promotor desde 2002. O MP acredita que os fatos tenham ocorrido na madrugada de domingo para segunda-feira.

Ao chegar hoje cedo para trabalhar, a emprega do casal encontrou os corpos das vítimas caídos na sala. Segundo a Polícia Civil, as características encontradas no local apontam para homicídio, seguido de suicídio, mas a Divisão de Homicídios ainda investiga várias hipóteses sobre o crime.

Leia a nota do Ministério Público: "O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) informa que foram encontrados dois corpos no interior do apartamento situado à Rua Cel".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL