Facebook vai contar com o apoio dos usuários para combater fake news

Eloi Lecerf
Janeiro 23, 2018

O Facebook tem um problema sério com sites e páginas de notícias falsas e gente replicando fanfics e histórias esquisitas, de frotas marítimas que não existem a crianças que aprendem a lacrar antes de tirar as fraldas.

Quem irá decidir a qualidade das fontes de informações será o público por meio de pesquisas, disse o fundador do Facebook.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou que a rede social vai começar a priorizar notícias de confiança nos feeds dos utilizadores. Depois de anunciar mudanças no feed de notícias, a empresa agora quer a ajuda dos usuários para classificar fontes confiáveis.

Barcelona niega rotundamente algún acuerdo por Griezmann
De esta manera, el cuadro azulgrana quiere acelerar la salida del defensa argentino , ya que reforzó la zaga con Yerry Mina . Philippe Coutinho vestirá el dorsal número '14' en el Barcelona que actualmente pertenece a Javier Mascherano.

As redes sociais permitem que as pessoas divulguem informações mais rápido do que nunca e, se não enfrentamos esses problemas, acabamos amplificando-os.

De acordo com Zuckerberg, o Facebook perguntará aos usuários se eles sabem qual a fonte que está publicando a informação e, nesse caso, se confiam nessa fonte. Não vai, porém, aumentar o total de notícias na rede social, pois uma alteração anunciada na semana passada relegou a segundo plano o jornalismo, ao privilegiar o material compartilhado por amigos e família no feed de notícias (página inicial do usuário).

O CEO do Facebook explicou, também, que espera que a quantidade de notícias na rede social desça de 5% para 4%.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL