Helicóptero da Globo cai em Recife e provoca mortes

Patrice Gainsbourg
Janeiro 23, 2018

Um helicóptero da Globo em Pernambuco, conhecido como "Globocop", caiu nesta terça-feira na Zona Sul do Recife.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência revelou que seguiam três pessoas a bordo do aparelho. Já o operador de transmissão, Miguel Brendo, foi encaminhado para o Hospital da Restauração (HR), no Centro do Recife.

As vítimas fatais do acidente são funcionários da empresa Helisae, que presta serviços para a TV Globo.

Como não há horário de verão no Estado de Pernambuco, o acidente aconteceu às 6h20, estava chovendo muito forte no momento da queda.

O helicóptero da TV Globo Nordeste, era um GloboCop, e caiu na manhã desta terça (23) no mar, na região de Brasília Teimosa.

Australiano está em estado grave após atropelamento em Copacabana
Até o início da manhã desta sexta-feira (19), dez pessoas continuavam internadas em dois hospitais públicos do Rio. No entanto, ele não cumpriu com a exigência de devolução da carteira para realizar o curso de reciclagem.

Segundo a emissora, a aeronave passou por revisão na semana passada e desde então já havia feito vários voos. Ainda de acordo com populares, havia um quarto tripulante.

Ainda de acordo com testemunhas, houve um clarão e uma explosão no mar. Bombeiros foram acionados para fazer o resgate e usam motos aquáticas para localizar o helicóptero.

A mulher chegou a ser retirada com vida do mar pela população, mas não resistiu e faleceu durante as manobras de ressuscitação feitas pelos bombeiros.

O helicóptero tinha acabado de fazer imagens da capital pernambucana. A empresa informa ainda que atua desde junho de 2005 e que atende a "diversos grupos empresariais nos segmentos de petróleo, gás, geração de energia, construção e órgãos governamentais".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL