Israel lança grande ofensiva contra "alvos do Irão" na Síria

Patrice Gainsbourg
Fevereiro 10, 2018

As forças armadas de Israel promoveram um "grande ataque" contra alvos iranianos na Síria neste sábado, afirmaram autoridades israelenses.

Durante o ataque, a Síria disparou entre 16 e 20 mísseis, pela segunda vez neste sábado, contra a aviação israelense, o que ativou os alarmes antiaéreos nos territórios ocupados das Colinas do Golã, ao norte de Israel.

Um caça F-16 israelita foi derrubado pela Síria quando seguia para um raide para atingir um local onde teria saído um drone iraniano que entrou em Israel e que foi intercetado pelo exército israelita.

Uma outra declaração do exército israelita dizia que "um helicóptero de combate interceptou com sucesso um veículo aéreo não tripulado (UAV) que foi lançado da Síria e se infiltrou em Israel".

Os pilotos israelitas, sob fogo sírio, conseguiram ejectar-se e o avião caiu já em Israel - os dois estão a receber tratamento hospitalar e um deles está em estado grave, mas estável. "Pilotos estão seguros. O Irã é responsável por essa grave violação da soberania israelense", disse no Twitter o porta-voz das forças israelenses, Jonathan Conricus.

Distribuição Piauí: Acionistas aprovam privatização da Eletrobras
Além disso outros R$ 8,5 bilhões em créditos que essas empresas têm com fundos do setor elétrico serão assumidos pela Eletrobras . A intenção do Governo Federal é realizar o leilão das distribuidoras ainda neste semestre de 2018.

De acordo com o Público, este é um dos mais graves incidentes entre Israel, o Hezbollah (grupo xiita libanês que combate ao lado do regime de Bashar al-Assad em Damasco) e a Síria desde o início da guerra civil, há quase oito anos, e faz com que muitos temam que seja um sinal da possibilidade de um confronto direto entre Israel e o Hezbollah, apoiado pelo Irão.

"Um piloto do Exército ficou gravemente ferido devido à evacuação de emergência de um avião".

O exército israelita anunciou este sábado um "ataque em larga escala" na Síria. "A família foi notificada", informou um porta-voz militar pouco depois do incidente.

"Hoje de manhã cedo, aviões israelenses inimigos efetuaram uma agressão atacando uma das bases militares no centro de país".

Num comunicado, o comando conjunto das forças aliadas para as operações na Síria das forças sublinha que nenhum drone penetrou o "espaço aéreo da Palestina ocupada" e denunciou "mentiras do Estado hebreu".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL