Jim Carrey faz campanha: 'Desamiguem o Facebook'

Eloi Lecerf
Fevereiro 10, 2018

O ator norte-americano Jim Carrey defendeu esta quinta-feira na rede social Twitter que os utilizadores da rede social Facebook deviam apagar as respetivas contas, em protesto contra o facto de veicular "notícias falsas (fake news)". Segundo o comediante, a rede social se beneficiou com a interferência russa nas eleições americanas e ainda não fez nada para mudar essa situação. Encorajo todos os outros investidores que se importam com o nosso futuro a fazerem o mesmo.

Planalto não interferiu na prisão de Funaro, diz Padilha
Numa divagação, Geddel disse que as "ligações amigáveis devem ter feito bem" à mulher do delator. O ministro foi ouvido por videoconferência.

No tweet, que contém uma ilustração caricata de Mark Zuckerberg, o ícone de curtidas da rede social com o polegar pra baixo e o título fakebook, Carrey anunciou que estava vendendo suas ações da empresa e deletando sua página na rede social. A empresa disse que não tinha dados sobre quais eventos realmente aconteceram. "Com os anos cometi quase todos os erros que se pode imaginar".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL