Trump ataca FBI por massacre em escola na Flórida

Patrice Gainsbourg
Fevereiro 19, 2018

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou mais uma vez a agência federal de investigação norte-americana, o FBI. As informações são da Agência EFE.

Nesta sexta-feira (16), o FBI reconheceu que falhou em investigar um aviso de que o atirador Nikolas Cruz tinha a intenção de matar.

"Passam tempo demais tentando provar o conluio russo com a campanha Trump - Não há conluio. Voltem para o básico e nos orgulhem", escreveu Trump na sua página do Twitter. O governador da Flórida, Rick Scott, aliado de Trump, pediu a renúncia do diretor do FBI, Chistopher Wray.

Temer vai suspender intervenção no Rio para votação da reforma da Previdência
A base do governo na Câmara defendeu o decreto de intervenção no Rio assinado pelo presidente Michel Temer nesta sexta-feira, 16. Maia negou que fosse contra a intervenção e alegou que só ponderou que o plano já estava montado antes mesmo de ser comunicado.

Além disso, recentemente, o presidente autorizou a divulgação de um memorando secreto da Comissão de Inteligência da Câmara dos Representantes, de maioria republicana, que acusa o FBI de ter sido "tendencioso" na investigação do caso Rússia.

A declaração de Trump chega 12 dias depois de o procurador especial do "caso Rússia", Robert Mueller, ter indiciado 13 pessoas e três entidades do país europeu por "conspiração" nas eleições presidenciais de 2016.

"Se o objetivo da Rússia era criar discórdia, desestabilização e caos dentro dos Estados Unidos, então, triunfaram mais do que em seus melhores sonhos", acrescentou.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL