Adversários na Champions, Barça e Chelsea têm histórico de jogos épicos

Vincent De Villiers
Fevereiro 21, 2018

A outra partida desta terça-feira será disputada na Alemanha. Além disso, Lionel Messi tenta quebrar a sina de nunca ter feito gols contra a equipe londrina.

Em 2009, Andrés Iniesta calou o Stamford Bridge com seu gol decisivo nas semifinais da Liga dos Campeões contra o Chelsea.

- Barcelona é um dos melhores times do mundo, mas no passado teve problemas com a gente e eu espero que isso ocorra de novo, porque eu quero vencer - afirmou o jogador belga. Para este tipo de time. eles têm características fantásticas com a bola.

No Espanhol e na Champions, o time ainda não perdeu sequer uma partida. Quando você vai com o Barça, você é um favorito e tem a chance de ganhar, eu sei que há um ambiente positivo e favorável, que parece bom, mas você precisa ser cauteloso e aprender com as experiências de outros anos. É uma nova página, é a Liga dos Campeões e queremos avançar.

Força-tarefa no Ceará vai focar no combate ao crime organizado
Quem conquistá-lo, conquista o Nordeste. "A situação do Ceará não sugere intervenção de qualquer natureza no futuro distante". Segundo Torquato, o envio do grupo de inteligência já estava programado.

Do lado catalão, o brasileiro Philippe Coutinho, contratado junto ao Liverpool por 160 milhões de euros, não poderá jogar a Champions com a camisa blaugrana, já que atuou na competição pelos Reds na fase de grupos antes de se transferir.

Em 2012, o Chelsea foi campeão da competição eliminando o Barça na semifinal. Os protagonistas mudam e outras ficam, como Messi e Iniesta. O técnico Ernesto Valverde acredita que o retrospecto vale, sobretudo, para as discussões antes da partida e para motivar os jogadores.

O homem do gol do título Mundial na final da Copa da África do Sul-2010 já avisou, porém, que a Copa da Rússia deste ano deverá ser sua última grande competição com a Espanha. O Chelsea tem um estilo distinto, como a maioria dos times da Premier League - analisou Valverde. Barcelona e Chelsea se enfrentam pela quinta vez no mata-mata da Liga dos Campeões.

Embora tenha vencido suas últimas duas partidas - 4 a 0 contra o Hull City, pela Copa da Inglaterra, e 3 a 0 contra o West Brom, pelo Campeonato Inglês -, o Chelsea vive uma sequência ruim em 2018, com o cargo do técnico Antonio Conte sendo questionado pela torcida dos Blues e pela imprensa inglesa a toda semana. Marcado para Londres, Messi tem uma meta a cumprir: marcar contra o clube inglês. Desde então, foram oito duelos e em nenhum deles Messi conseguiu marcar.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL