Grêmio vence Independiente nos pênaltis e conquista a Recopa em casa

Vincent De Villiers
Fevereiro 22, 2018

Só um time jogou no segundo tempo: o Grêmio. Depois do tricampeonato da Libertadores da América em 2017, o Tricolor fez tudo o que pôde ontem para ganhar do Independiente com a bola rolando, mas não foi possível. Após empatar na Argentina por 1 a 1 com o Independiente, a equipe gaúcha empatou novamente com os argentinos, na Arena do Grêmio, por 0 a 0. Com o resultado, quem vencer nesta noite fica com o título. Porém, nos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Marcelo Grohe, que defendeu a última cobrança executada por Benítez e garantiu o bicampeonato da Recopa Sul-Americana para o tricolor.

Diferente do confronto da semana passada, dessa vez o Grêmio mostrou o ímpeto de mandante e partiu para o abafa desde o apito inicial. Pelo Tricolor, Jael arriscou de fora da área aos três minutos, mas a bola saiu à direita do gol de Campaña. O tricolor começou melhor, se impondo e pressionando o adversário.

Os jogadores do Rei de Copas passaram a praticar a famosa "cera" a todo momento. Sem muito acréscimo, o que foi equivocado, a arbitragem termina o primeiro tempo.

Apesar do placar fechado, o primeiro tempo teve muitas emoções na Arena, e as duas grandes chances de marcar foram gremistas.

Tribunal proíbe FC Porto de divulgar emails
O recurso do Benfica resultou numa decisão unânime por parte dos juízes desembargadores da Relação do Porto. O Tribunal da Relação do Porto decidiu dar razão ao Benfica , por unanimidade.

A primeira etapa ficou marcada pela tensão em campo. O vermelho aconteceu com auxílio do árbitro de vídeo. O árbitro foi avisado pelo auxiliar de vídeo, assistiu ao lance e decidiu expulsar o zagueiro. Amorebieta foi expulso de forma direta, assim como aconteceu com o centroavante Emmanuel Gigliotti no duelo de ida, também pouco antes do intervalo. A equipe de Porto Alegre, com um jogador a mais, esteve praticamente o tempo todo no campo do rival. Com exceção a uma grande chance de Everton, que culminou na defesa de Campaña, o time de Renato Gaúcho teve muita dificuldade em criar oportunidades e parou na forte defesa argentina, que conseguiu levar a decisão à prorrogação.

"O jogo foi muito difícil". Em jogada individual, ele deixou a defesa na saudade, invadiu a área e bateu no canto, mas Campaña pegou com o pé. A do Grêmio veio em falta cobrada por Jael. Apesar de toda a reclamação, não teve jeito.

Dessa forma, com direito a uma defesaça de Campaña em cobrança de falta de Jael que contou com desvio na barreira, os visitantes não sofreram mais do que esperavam. No segundo tempo, o Independiente apenas defendeu-se e Maicon cresceu. Meza cabeceou livre e viu a bola raspar a trave de Grohe, que já estava batido.

Na marca da cal, só um falhou. Com a torcida gremista calada, a única coisa que se ouvia na Arena era a hinchada do Independiente. Depois de Maicon, Cícero, Jael, Everton e Luan converterem suas cobranças, assim como Fernando Gaibor, Maxiliano Meza, Domingo e Romero pelo Independiente, Benítez foi o encarregado para o último chute e parou nas mãos de Marcelo Grohe, que espalmou a bola para o travessão e deu início a uma grande festa. O Grêmio é bicampeão da Recopa Sul-Americana!

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL