Neymar vai mesmo ser operado — Paris SG confirma

Oceane Deschanel
Março 2, 2018

Portanto, o atleta estaria apto para voltar em maio, ainda em tempo para atuar pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia, em junho. O médico francês Gérrard Saillant, que já operou o joelho de Ronaldo Fenômeno (em 2008), viajará para o Brasil com Lasmar para acompanhar a cirurgia. "A lesão de Neymar e o consequente tratamento para sua recuperação levaram os dois lados a defender posições completamente opostas, cada um defendendo seu lado", disse a publicação.

A participação de Neymar pai rendeu manchetes em alguns dos principais jornais do mundo. "Esse é o nosso desafio".

Emery preferiu adotar postura cautelosa sobre a situação de Neymar, pois a fissura no quinto metatarso do pé direito e a torção na região ântero-externa do tornozelo só foi confirmada na segunda-feira.

"Neymar teve uma pequena fissura [no quinto metatarso do pé direito], fratura importante de um osso no meio do pé".

Nesta quarta-feira, após reunião entre departamentos médicos de PSG e seleção brasileira, o silêncio é total.

Jungmann apresenta as primeiras ações no Ministério Extraordinário da Segurança Pública
O ministro disse que a reunião foi de extrema importância para cumprir o objetivo que é de universalizar os direitos à segurança. Ele disse ainda que a pasta quer "policiais nas ruas”, por isso, vai conversar com os governos estaduais sobre o tema".

Médico do Fluminense, o ortopedista Michael Simoni tem visão semelhante. Fui a Paris avaliar os exames que ja foram feitos. A melhor e única indicação é o tratamento cirúrgico. Segundo especialistas, a lesão pode não cicatrizar por completo sem que seja feita uma cirurgia. "Ele desceu do avião de cadeira de rodas, vestido de preto, um capuz na cabeça e rodeado de seguranças", contou à AFP a blogueira Paula Medina no desembarque. Se você encontrar uma parede, não desista.

Sem Neymar, os parisienses voltaram a vencer o Marselha pelo mesmo placar, desta vez pelas quartas de final da Copa da França, na quarta-feira. A cirurgia, porém, não agrada ao PSG, que, além de ficar sem seu craque no decisivo duelo com o Real Madrid, dia 6 de março, pela Liga dos Campeões, o perderia por boa parte do restante do Campeonato Francês.

Rodrigo Lasmar estava em Sochi (RUS) com membros da CBF para um workshop da Fifa, na última terça (27).

Lasmar, 46 anos, tem uma relação particular com a seleção. De acordo com Lasmar, o craque deve ter alta médica no dia seguinte à operação. "Concordamos com o médico do Brasil, nosso médico, a família e o jogador".

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL