PGR rescinde delação de Wesley Batista por omissão de dados

Oceane Deschanel
Março 2, 2018

Dodge afirma que nas mensagem do grupo há evidências de que Miller assessorava tecnicamente a J&F na condução dos acordos de leniência e da colaboração premiada, mesmo ante de se desligar da PGR.

Para a procuradora-geral, Wesley e Francisco deixaram de informar ao Ministério Público fatos ilícitos, como a atuação do então procurador Marcello Miller em favor da J&F.

As suspeitas envolvendo o ex-procurador levaram a Rodrigo Janot pedir a rescisão do acordo de Joesley Batista e de outros delatores o grupo J&F.

Dodge fundamenta a rescisão dos acordos de delação por entender que houve omissão de má-fé dos executivos por não terem entregado à PGR esse celular de Wesley e não terem contado sobre a participação de Miller e “pelo possível crime de corrupção ativa praticado por eles (cooptação de funcionário público, mediante vantagem indevida, para praticar ato de ofício a seu favor)”. "A Procuradoria ainda afirma que, de acordo com as investigações, 'Miller receberia R$ 700 mil pelos serviços prestados ao J&F entre fevereiro e março do ano passado". Em um dos trechos do diálogo, de 27 de março do ano passado, Joesley tentou marcar encontro com Marcelo Miller, mas Francisco respondeu: "Ele tem expediente no atual emprego dele e ele não pode". Enquanto isso, o delegado Cleyber Malta Lopes, responsável pelo inquérito na Polícia Federal, já pediu a prorrogação das investigações por 30 dias e deve ouvir novamente nesta terça-feira o dono da J&F Joesley Batista, que ficou em silêncio na primeira vez que foi chamado para depor sobre o episódio, no ano passado.

Injustice 2: Legendary Edition chega às lojas no dia 29 de março
Darkseid, Capuz Vermelho, Estelar, Sub-Zero, Arraia-Negra, Raiden , Hellboy, Eléktron, Magia e As Tartarugas Ninja. Terá novos equipamentos para os personagens e um novo aumento de nível que destrava um slot para o level 30.

No dia 4 de abril, último dia de Miller na PGR, o ex-procurador indica em mensagem que vinha conversando com integrantes do grupo sobre estratégias de negociação com autoridades norte-americanas.

Também colaborou para que a PGR decidisse rescindir a delação de Wesley o fato de que ele praticou crimes após a celebração da colaboração premiada, "conduta totalmente incompatível com a de colaborador da Justiça". "É interessante notar que esta cobrança de honorários advocatícios por Marcelo Miller incluía serviços prestados por ele à J&F, por intermédio do escritório TRW, em março de 2017, período em que o procurador da República estava impedido pela Constituição de exercer a advocacia", pontua Raquel Dodge, no Procedimento Administrativo. Isso significa que os termos do acordo de colaboração foram infringidos pela dupla. Ela ponderou, ainda, que "eles pactuaram para obter benefícios penais extremamente vantajosos" com o fechamento do acordo.

Além disso, um dia antes da delação dos executivos da JBS vazarem, a empresa foi a segunda maior compradora de dólar no Brasil, segundo a PF. Segundo o MPF, somente as operações em dólar somaram R$ 3 bilhões, rendendo lucro de US$ 100 milhões aos empresários. Se o magistrado homologar as rescisões, Wesley e Assis não estarão mais imunes a ações penais, isto é, perdem o "prêmio" previsto nas delações firmadas em maio de 2017.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL