Facebook. Mudanças no feed não vão ter impacto nos anúncios

Eloi Lecerf
Março 3, 2018

Para os usuários destes locais, o Facebook passou a exibir apenas publicações de amigos e familiares no feed de notícias, deixando o resto dos posts em uma aba separada, na área de "Exploração".

O próprio Facebook fez o anúncio em um post.

Esta experiência foi levada a cabo em seis países e retirava todas as notícias de sites profissionais do feed principal dos utilizadores. Segundo a rede social, o feed de exploração, em que as pessoas podem ver as novidades publicas pelos amigos e todos que são seguidos por ele "foi um teste em resposta ao feedback consistente que recebemos das pessoas durante o ano passado, que queriam ver mais de amigos e familiares no feed de notícias".

O teste, que começou em outubro de 2017, aconteceu na Bolívia, no Camboja, na Eslováquia, na Guatemala, na Sérvia e no Sri Lanka.

"As pessoas disseram-nos que estavam menos satisfeitas com as publicações que estavam a ver, e ter dois feeds separados não estava a ser uma ajuda para as pessoas se conectarem mais com amigos e família", disse Adam Mosseri, uma das pessoas responsáveis por esta experiência.

Fachin decide incluir Temer em inquérito da Lava Jato
A procuradora esclarece, no pedido encaminhado a Fachin, que o presidente não pode ser condenado enquanto durar o seu mandato. Temer estava no jantar, mas não na hora da discussão sobre valores, segundo delatores.

Mas a solução baseada nos interesses dos utilizadores acabou por fracassar.

Além disso, houve queixas crescentes de que o formato explore tornava mais difícil o acesso a informações importantes.

Também esta quinta-feira, conta o Público, Jack Dorsey, director-executivo do Twitter, anunciou estar à procura de uma ferramenta capaz de garantir conversas "saudáveis" nesta rede social.

Atualmente, o dedo está apontado às redes sociais e à sua capacidade de manipulação a opinião pública, através de conteúdos falsos disfarçados de notícias.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL