ACM Neto diz que Rodrigo Maia não será o candidato do governo

Judith Bessette
Março 8, 2018

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciou hoje (6) o repasse de R$ 230 milhões para o Ministério Extraordinário da Segurança Pública.

Embora tenha apenas 1% das intenções de voto, o futuro candidato afirmou que é possível ter uma vitória política e eleitoral.

Ainda segundo o presidente da Câmara, é necessário que os candidatos saibam realizar uma campanha enxuta. Suas últimas ações foram de afiar sua candidatura com afirmações cortantes para os prováveis adversários, especialmente para o governador Geraldo Alckmin (PSDB). Maia também afirmou que o próximo presidente terá que ter "coragem" para enfrentar temas com pouco apelo popular, como a reforma da Previdência.

Coca-Cola vai fabricar primeira bebida alcoólica em 125 anos
A marca americana de refrigerantes também possui uma grife que estampa seu famoso logotipo em camisetas, calças jeans e tênis. Esta bebida, quando misturada à água com gás e acrescida de algum sabor, dá origem a um drinque chamado de chu-hi.

Para Maia, o ex-ministro vê mais chances de vitória em um segundo turno contra Alckmin, que, na visão do demista, é prejudicado com a rejeição do eleitorado ao PSDB.

"Se não conseguirmos uma alternativa, vamos entregar a eleição novamente para a oposição, seja o PT, o Ciro Gomes, que têm uma visão atrasada sobre a economia", avalia.

Rodrigo Maia deu uma entrevista aos jornalistas Daniel Carvalho e Marina Dias da Folha de S.Paulo na véspera do lançamento de sua pré-candidatura. "Mas ele conhece as pesquisas, ele sabe que, se não construirmos uma nova candidatura no campo do centro, vamos entregar a eleição". Pelo texto aprovado em congresso da legenda, em Brasília, caso o partido opte por apoiar algum candidato de fora, terá de ser um nome do campo de esquerda. "Falamos em possibilidade de coligação com um candidato que tenha identidade programática", disse o presidente do PSB, Carlos Siqueira.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL