BNDES oferece R$ 10 bilhões para segurança pública dos municípios

Oceane Deschanel
Março 8, 2018

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, defendeu nesta quarta-feira (7) o fim do contato direto entre presos e visitantes nas penitenciárias, e propôs a construção de parlatórios, onde seriam registrados qualquer contato com os presos. Na semana passada, foi informado que, do total anunciado, o banco de fomento irá repassar R$ 33 bilhões em linhas de crédito para segurança. Na ocasião, foi apresentado o orçamento de R$ 42 bilhões para estados e municípios investirem em segurança.

Eles sinalizaram também que o governo se mostrou aberto a ampliar o valor ao longo do ano, caso os recursos sejam insuficientes para atender os projetos que serão apresentados pelas prefeituras.

Os critérios de acesso ao financiamento não foram detalhados. Na abertura da reunião com prefeitos de capitais brasileiras, ele sugeriu uma integração com a categoria e disse que, à medida que estiverem nas praças, nas ruas, nos colégios, as guardas municipais exercerão uma "prevenção significativa". "Vou marcar reunião com a Caixa (Econômica Federal), com o Banco do Brasil e com todo o sistema financeiro", disse.

Porto: Trânsito reaberto na Avenida dos Aliados ao fim de quatro horas
O trânsito, que está a ser redireccionado, esteve cortado inicialmente apenas no sentido descendente da Avenida dos Aliados. As causas para o carro estar abandonado na Avenida dos Aliados são ainda desconhecidas.

Além de representar Palmas, Amastha também participa da reunião como vice-presidente da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), entidade que representa os municípios responsáveis por 75% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou que a prefeitura vai se candidatar ao financiamento para ampliar os programas de uso de tecnologia na cidade, como câmaras de vigilância com iluminação e drones para monitoramento diurno. São Paulo está fazendo um esforço muito grande em monitoramento eletrônico, nós já temos 10 mil câmeras doadas que estão sendo instaladas gradualmente, porque o custo não é apenas da câmera, mas também da instalação e do seu funcionamento e, para isso, a fonte de financiamento do BNDES será muito útil. "É uma maneira de acabar com esse fluxo de informação para dentro e para fora".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL