Coca-Cola vai fabricar primeira bebida alcoólica em 125 anos

Oceane Deschanel
Março 8, 2018

Em Novembro, num evento de investidores, o CEO da Coca-Cola, James Quincey, não negou essa possibilidade, mas tão pouco detalhou qualquer tipo de ambições no mercado do álcool. A marca americana de refrigerantes também possui uma grife que estampa seu famoso logotipo em camisetas, calças jeans e tênis.

A Coca-Cola está prestes a quebrar uma tradição que vem desde a sua fundação, em 1886: vender bebida alcoólica. Esta bebida, quando misturada à água com gás e acrescida de algum sabor, dá origem a um drinque chamado de chu-hi. O Shochu poderá ser substituído por vodka. Justamente este produto baseado no shochu que a Coca-Cola irá produzir no "país do Sol nascente".

Na entrevista, Garduño também falou sobre o ineditismo da iniciativa da empresa de refrigerantes e sobre a expectativa da chegada da bebida nos outros países.

Chiquinho comemora gol e atual momento do São Caetano — Paulistão
Após o trabalho tático, alguns atletas, como Gustavo Scarpa e Lucas Lima, treinaram cobranças de faltas e pênaltis. O gol dos visitantes saiu de um chute cruzado do meia Chiquinho, que no ano passado estava no futebol japonês.

A nova bebida é uma "abordagem altamente específica ao Japão dada a complexidade e riqueza" da variedade de produtos da Coca-Cola no país, disse um porta-voz da empresa à CNN na quarta-feira (7).

Jorge Garduño considerou ainda que a aposta da Coca-Cola nas Chu-Hi "faz sentido" considerando a força do mercado, que, de acordo com números da empresa de bebidas japonesa Suntory, tem crescido entre 5 a 25 por cento anualmente desde 2013. "Enquanto muitos mercados estão se tornando mais parecidos com o Japão, acho que a cultura aqui ainda é muito única, e muitos produtos que nasceram aqui ficarão aqui", disse.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL