Placas de veículos do Brasil vão usar padrão do Mercosul neste ano

Eloi Lecerf
Março 8, 2018

A partir dessa data, os órgãos ou entidades de trânsito devem promover a alteração no caso de veículos novos a serem registrados e daqueles em processo de transferência de município ou de propriedade.

Foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (8) a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que define as regras e os prazos para as placas de veículos de todo o Brasil adotarem o padrão dos países do Mercosul.

Após dois adiamentos, parece que finalmente o Brasil irá adotar as placas de veículos com padrão dos países do Mercosul.

A ideia é garantir mais segurança e controle na produção e instalação das placas dos veículos, além da verificação da autenticidade das placas.

Com a placa Mercosul, o credenciamento de fabricantes de placas deixa de ser uma atribuição dos órgãos de trânsito estaduais e passa a ser administrada pelo próprio Denatran, permitindo, segundo o órgão, padronizar o custo da chapa nacionalmente.

Atualmente, os preços das placas variam de estado para estado. Em São Paulo, o par de placas sai por R$ 128,68, por exemplo, enquanto no Paraná o valor é de R$ 128,49.

De acordo com a resolução, apesar do fundo branco ser padrão, a cor dos caracteres e das bordas da placa de identificação veicular será determinada de acordo com a categoria dos veículos: cor preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, dourado para diplomáticos e prateado para colecionadores.

Luis Fonsi, de "Despacito", fará shows em capitais brasileiras em maio
O porto-riquenho Luis Fonsi virá ao Brasil em maio para realizar três shows. Informações sobre preço e venda de ingressos serão informadas em breve.

Outra exclusividade é o chip que será instalado em cada placa.

De acordo com o (Denatran), fica facultativo ao proprietário antecipar a substituição da placa antes de 2023.

O modelo foi apresentado em 2014 e estava previsto para ser adotado em nosso país em janeiro de 2016, mas foi adiado duas vezes: primeiro para 2017 e, depois, sem prazo específico. Nas placas brasileiras, ao contrário do que ocorre nas argentinas, haverá também identificação do estado e município.

O que muda no visual da placa?

Segundo o Contran, todas as placas de identificação veicular terão códigos de barras QR Code, com números de série e informações do banco de dados do fabricante.

O nome do país estará na parte superior da patente, sobre uma barra azul.

Falsificação Marcas d'água com o nome do país e do Mercosul estarão grafadas na diagonal ao longo das placas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL